Samsung planeja otimizar o TouchWiz e eliminar seus apps inúteis
Uma das coisas que sempre me incomodou no universo Android foi, curiosamente, uma de suas principais vantagens, alardeada por seus defensores mais ferrenhos: a possibilidade de personalizar a interface do sistema. Não sei se é por que eu sempre usei iOS, que possui a mesma interface e dinâmica em todos os dispositivos, mas o fato de cada aparelho Android ser diferente um do outro sempre me desmotivou a adquirir um smartphone com o robôzinho verde. (Quero deixar claro que essa é uma opinião pessoal, ok? Não estou afirmando aqui que iOS é melhor que Android. Acho essa discussão bastante inútil, até.) Nem sempre a UI desenvolvida pela fabricante era fluída e, para piorar, todas elas instalavam bloatwares inúteis que só faziam ocupar espaço na memória interna do aparelho. Um grande exemplo disso é a sul-coreana Samsung.

A sua interface, a famigerada TouchWiz, recebe críticas até mesmo de seus próprios usuários, que recorrem à interfaces de terceiros, como a famosa CyanogenMOD, afim de melhorar o desempenho de seus caros aparelhos. Se não bastasse a interface truncada, a sul-coreana entupia seus Galaxys com apps inúteis, tais como ChatON, Samsung Wallet e tantos outros. Pois bem, parece que após fechar o ano fiscal com vendas e faturamente bem abaixo do esperado, a companhia está revendo sua estratégia. Segundo o Sam Mobile, site que acompanha as notícias referentes à Samsung, a empresa otimizará o TouchWiz para rodar melhor em diferentes tipos de hardware e também eliminará boa parte de seus bloatwares, tornando alguns como downloads opcionais:
 
…a empresa está removendo todos os recursos add-on que podem ser baixados como um aplicativo, e reduzindo o peso do software por uma ampla margem… acreditamos que apps como Story Album, S Translator, ou mesmo S Voice serão apps para download opcional, em vez de virem pré-instalados no dispositivo.
Finalmente Samsung! Nos últimos anos a estratégia da empresa consistiu, em parte, em se criar vários apps equivalentes aos serviços oferecidos pela Google, afim de não depender tanto dela. O Ars Technica se deu ao trabalho de fazer uma imagem mostrando os Google Apps e o equivalente da Samsung. Veja:
 
Devo dizer que acho essa nova abordagem da Samsung excelente. Ela pode oferecer uma UI péssima e truncada, mas não podemos negar que no quesito hardware ela faz um trabalho de excelência, principalmente nos modelos top de linha. Vou usar o Galaxy Note 4 como exemplo. Ele foi elogiado por inúmeros sites em reviews devido ao seu desempenho, tela e autonomia de bateria. Imagine se o software dele fosse mais próximo de um Android puro? Pois é.
 
Espera-se que essa nova estratégia seja adotada no próximo grande lançamento da empresa, que todos estão chamando de Galaxy S6. Ainda não há uma data para o anúncio dele, mas espera-se que ele seja apresentado na Mobile World Congress, que acontecerá em março. Vamos esperar pra ver.
 
Fonte: Guia do Hardware

Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...