Reino Unido fará lei que torna internet de 10 Mbps um direito público

O Reino Unido está trabalhando para garantir uma conexão estável para a sua população e, recentemente, anunciou que fará uma lei que obriga as empresas de telecomunicação a entregarem uma velocidade mínima de conexão com 10 Mbps, tanto em áreas urbanas como no interior.

A decisão veio após a operadora BT fazer uma oferta voluntária de 600 milhões de libras esterlinas para entregar internet de 10 Mbps para 1,4 milhões de residências rurais. Os governantes rejeitaram a oferta e resolveram estipular uma lei para garantir que as operadoras vão entregar uma conexão de qualidade para qualquer pessoa no Reino Unido.

“Estamos gratos pela oferta da BT, mas decidimos que apenas uma medida regulatória fará a conexão de alta velocidade uma realidade para todos no Reino Unido, independente de onde vivem ou trabalham” – Karen Bradley, secretária de Cultura no Reino Unido

De acordo com uma pesquisa feita pela Ofcom, cerca de 4% das residências do Reino Unido não possuem estrutura para suportar internet de 10 Mbps, o que é equivalente a cerca de um milhão de propriedades.

Como aponta o Engadget, aceitar a proposta da BT seria uma forma rápida de resolver o problema, mas que poderia gerar impostos mais altos e faturas de internet mais caras. Com a legislação, até mesmo quem possui internet mais rápidas terão o direito de reclamar com as operadoras.

A iniciativa faz parte do programa Universal Service Obligation (USO), que pretende entregar internet de 10 Mbps como um direito público até 2020, além de estrutura para conexões de alta velocidade (mais de 24 Mbps) para 98% da população do Reino Unido.

Fonte: Engadget

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM