Oracle adiciona suporte para o Linux Kernel 4.15 na versão mais recente do VirtualBox

A Oracle lançou mais uma nova versão estável do seu software de virtualização VirtualBox, a 5.2.8, para todas as plataformas suportadas, adicionando suporte ao Linux Kernel 4.15 para guests Linux, bem como inúmeras outras melhorias. Além disso, isso significa também que os vários módulos do VirtualBox podem agora ser compilados com a versão estável mais recente do kernel Linux.

O VirtualBox 5.2.8 finalmente aborda também o problema de tela preta irritante que ocorria quando o 3D era ativado em alguns guests Linux e adiciona suporte para setuid e setgid em pastas compartilhadas. Para guests Windows, a nova atualização corrige um erro de função incorreta que ocorria ao usar pastas compartilhadas com determinados aplicativos.

Outra melhoria interessante implementada pelos engenheiros da Oracle na última versão do VirtualBox é o suporte para os recursos PCID, FSGSBASE e INVPCID para a CPU com guests Linux, Mac OS X, FreeBSD, Solaris e Windows. Além disso, a atualização corrige um problema com EMM386 ao detectar uma base de quadro de página adequada.

A Oracle também atualizou o frontend do aplicativo para usar downloads HTTPS seguros ao atualizar o aplicativo ou outros componentes, corrigiu uma regressão contínua causada pela funcionalidade wm_class em sistemas Linux e uma falha que ocorreu ao tentar abrir o assistente de criação de nova máquina virtual em todas as plataformas suportadas.

Na frente de áudio, o VirtualBox 5.2.8 adiciona suporte para identificar fontes de gravação no mixer de som PulseAudio no sistema operacional host ao usar várias máquinas virtuais ao mesmo tempo, melhora as configurações de back-end DirectSound, HDA e configurações surround para guests do Windows.

Outras correções de rede também estão presentes nesta nova versão do VirtualBox, melhorando o boot PXE para chips E1000 e adiciona uma solução alternativa para guests mais antigas que não são capazes de habilitar o domínio de barramento para o dispositivo PCI virtio.

Fonte: LinuxBuzz

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM