🤕 O que é depressão, não por um médico…mas por quem vive ela!!

O texto que você vai ler a seguir é um relato real de quem vive em depressão a muitos anos, e depois de longos e dolorosos anos nessa árdua, cansativa e profunda batalha, resolveu escrever e expor o que realmente é viver e conviver com essa doença infeliz e cruel.

Primeiro… depressão é uma doença que, infelizmente, nós não decidimos ter. Não escolhemos contrair. Não temos como usar uma máscara e ficar imune. Não existe vacina, não existe milagre capaz de nos salvar ou curar. Enquanto gasta-se bilhões reais ou dólares atrás de vacinas ou curas para diversas doenças, a depressão muitas vezes é tratada como frescura ou preguiça. Alguns poucos remédios podem ajudar alguns, mas você nunca ficará imune às crises, que volta e meia assombram nossas vidas…isso só nós sabemos o que é, quem está perto imagina….mas não vive o nosso problema. Não existe milagre, o máximo que você poderá usar é um remédio para o resto da vida…e quem em sua grande maioria trazem com eles efeitos colaterais absurdos, que mais uma vez digo…só quem toma sabe o que é e o quão difícil é. Todos que eu tomei até hoje, eu tive praticamente 80% dos efeitos colaterais possíveis e conseguir conviver com esses efeitos colaterais é muito difícil também, e nisso gera mais dúvidas. Entre o que é mais complicado…só cada um pode falar por si só.

Muitos irão vender remédios milagrosos, soluções que irão mudar a vida de quem toma e por aí vai. Já testei alguns e a sensação é de tomar farinha, ou seja, não ajuda e o que você consegue é gastar dinheiro a toa, mas se você ler o que eles prometem, da até para acreditar. Mas alguns dizem que conseguiram o milagre.

Depois que você descobre, leva um choque tão grande que é como se levasse um sopapo ou aquele soco na boca do estômago, depois de algum tempo começa a entender o porquê de várias atitudes ou sentimentos que você tem…nisso muita coisa já passou ou deixou de passar na sua vida, que aos poucos foi ficando mais vazia e rasa. Só o tempo dará o entendimento necessário para aceitar essa situação.

O dia ensolarado, que para muitas pessoas é lindo, para nós não tem nada de especial. As nuvens no céu? Nada mais que um borrão no azul. O calor torna-se desconfortável, assim como os dias frios.

Estar com pessoas, totalmente desconfortável também…é como se estivesse em outro mundo, em outra sintonia…imagina que estivéssemos chegando em outro planeta e totalmente diferente do que queremos e precisamos estar. As conversas, não tem sentido algum…sem contar as diversas vezes que as pessoas falam, falam, falam e estamos em outro lugar. Estamos em nosso mundo, onde NINGUÉM nos incomoda. Só nós sabemos o que é isso.

Amigos?? Ahh são raros e poucos os que entendem que você não quer estar com pessoas, que o que você realmente precisa é ficar quieto…estar só com você mesmo. Esses pouquíssimos amigos, são aqueles que te mandam uma mensagem e ao fim dela diz: na hora que precisar, pode contar comigo…e realmente está sempre com disposição para te ouvir, ou até mesmo ler suas mensagens.

Rua?? É um dos piores sentimentos que alguém pode ter. As mãos soam, a boca seca, o coração acelera, começamos a entrar em um desespero absurdo…e mais uma vez afirmo: quem olha pensa que é besteira, acha que é pra chamar atenção ou que é coisa da cabeça, mas ninguém para e pensa no que pode estar acontecendo com a gente…ou tem os “médicos” que geralmente vão te diz: você precisa de um psicólogo e que ele tem uma varinha mágica que vai fazer você mudar…tipo acontece em filmes e novelas.

Trabalho?? São situações muito desafiadoras, porque acordar não é fácil. Aliás, dormir não é fácil…quantas noites nós não passamos em claro? Pensando, pensando, pensando e quando nos damos conta, o dia, para nossa tristeza, está pra começar…agora, talvez, seja um pouco mais fácil entender porque, muitas vezes não conseguimos render.

Família?? Muito difícil, porque a sintonia não sintoniza…as pessoas querem e precisam sair, passear, interagir, viver…mas nós NÃO CONSEGUIMOS, simples assim. Mas como fazer? Não sei, só sei que um dia as pessoas cansam e, com toda a razão, vão VIVER suas vidas e te deixarão pra trás. Só tem uma pessoa que jamais vai soltar as suas mãos: a sua MÃE!! Todas as outras pessoas vão se cansar, não vão aceitar um monte de coisas e a gente acaba ficando pelo caminho, aliás já estávamos fora do caminho a muito tempo, só nós que não víamos. Diante de toda essa situação, o difícil é entender e aceitar isso tudo…mas um dia a gente precisa aceitar e entender toda essa situação, que infelizmente a vida nos colocou e aceitar que o melhor para as pessoas é seguir a VIDA e sair desse poço sem fim. Sem contar que, quem realmente se importa conosco, perde o sono, fica preocupada e sem saber o que fazer.

Vivemos uma montanha russa tão grande que muitas vezes ficamos 1 semana em um estado “vegetativo”, que eu chamo de subida do Evereste…depois passamos alguns dias mais amemos que eu chamo da descida. O problema é viver isso constantemente…dia após dia. Outro sentimento é parecido com uma areia movediça, onde quanto mais você anda ou se mexe, pior vai ficando. Nisso tudo o desgaste emocional é muito grande, sem contar o desgaste físico…é como se corrêssemos uma maratona todos os dias. Sem contar os dias que precisamos chorar, igual a uma criança… simplesmente deitar e chorar por nada, ou por tudo!!! Qualquer um que vê, não entende a monta de sentimentos que tem naquele momento.

Muitas vezes me vejo como uma pessoa paralisada, onde você tem pernas, braços e mãos mas não consegue sair do lugar…é uma sensação muito esquisita, você não consegue comandar suas ações…é como se virássemos um peso morto, já pararam para imaginar essa situação??

Outra situação absurda é ficar preso no tempo, já imaginou estar amarrado em um ano e não conseguir sair disso? Misericórdia, que sofrimento…que situação mais absurda. Você fica preso em situações, histórias e pensamentos dessa época, mas o mundo já andou e muito…nada voltará a ser como antes! Agora diga isso à sua cabeça.

Conseguir achar algo para ocupar a mente é trabalhoso, é uma luta desigual…onde você não tem vontade de pensar, mas precisa arrumar forças (de onde??) e seguir os dias.

Vamos agora a pior parte de tudo isso…todos falam sobre o famosos Psicólogo e Psiquiatras, e você, no começo, chega neles e precisa abrir todo o seu coração, seus sentimentos e dizer para alguém que NUNCA viu na vida tudo que você sente e passa. Eles darão uma receita de bolo pra você (como se fôssemos robôs) e depois você volta, volta e fica nisso. Mas depois de muitos anos de terapia EU cheguei a uma conclusão bem simples: o nosso maior psicólogo ou psiquiatra somos nós mesmos!!! Alguém tem dúvidas que precisamos ser diferentes? Não, mas não conseguimos!! Alguém duvida que precisamos dormir ou acordar? Jamais, mas não conseguimos!! Mas vem alguém e diz pra você que você precisa fazer tudo isso…mas isso, nós mesmos já falamos todos os dias pra nós mesmos, mas não conseguimos implantar!! Será que muitos entenderão isso??

Não posso esquecer das igrejas, que são desumanos, ao prometer a cura para a depressão…você acha mesmo que algum charlatão vai tocar sua cabeça e pronto!? Negativo, isso não vai acontecer…pode ter certeza disso! O que muitos querem é fazer a lavagem em nossas cabeças e depois você, todos os dias que pisar nas igrejas, deixar alguns reais lá nos cofres deles, mas sempre dirão que é pra obra de Deus…mas são os homens quem aproveitam do luxo e vida boa que o dinheiro proporciona.

Quase deixei passar os “médicos” que defendem os exercícios para tirar a pessoa da depressão…mas eles esquecem de te contar o tanto de atletas, personalidades fitness e essa coisas aí estão em depressão, sem contar os que vivem isso como religião…bruto em?

A depressão não escolhe cor, raça, religião, idade, classe social e por aí vai. Você pode ter todo o dinheiro do mundo ou nenhum dinheiro do mundo e ter essa coisa…não pensem que é doença de rico ou pobre, novo ou velho.

No fim, sempre vemos que a morte é a melhor solução para o nosso problema…porque não nos encaixamos no mundo atual. Com esse final, também libertamos as pessoas que nos amam do sofrimento constante e preocupações diárias que tem conosco. Sempre que posso, peço a minha mãe a liberação, que ela interceda junto a Jesus, onde ela entende o meu sofrimento e minha luta, e peça que Ele também entenda e me liberte desse sofrimento “segundario” que é a vida…


Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...