Ministério Público quer saber como Google trata dados de crianças no YouTube

Parece que não é só com a multa bilionária aplicada pela União Européia que a Google precisa se preocupar: depois de adquirir uma dor de cabeça na casa dos R$ 19 bilhões para resolver, a companhia é alvo de uma investigação movida pelo Ministério Público do Distrito Federal, que quer saber como ela armazena dados de crianças brasileiras.

Isso porque segundo o órgão judiciário, os mecanismos que envolvem a detecção de crianças na plataforma são simplistas e incompletos, bastando que termos de uso sejam aceitos para a navegação na plataforma e exploração dos dados por parte da empresa. Um menor de idade poderia facilmente enganar o sistema, tendo seus dados tratados como o de um adulto responsável pelos seus atos.

Consequentemente, a gigante de buscas poderia estar obtendo informações como nome, e-mail, número de telefone, cartão de crédito, dados do sistema operacional, e outros milhares de detalhes sobre o comportamento da criança com os serviços do ecossistema da empresa, isso sem o consentimento de um responsável.

Além desse problema, o rastreamento desse tipo de informação seria usado pela companhia para publicidade direcionada, o que é vetado pelo Código de Defesa do Consumidor.

Como pode ser observado, o Ministério Público dá a entender que faltam medidas por parte da Google que sejam realmente efetivas para lidar com essa questão. E que se não forem providenciadas, a dona do Android poderá passar por novos apertos jurídicos.

Vale lembrar, a Google tem o YouTube Kids, um espaço melhor controlado – apesar dos problemas nos quais já se envolveu – que oferece material selecionado para crianças até 13 anos de idade. A solução, porém, só está disponível para Android e iOS. Em computadores domésticos não existe uma alternativa parecida por parte da empresa.

Fonte: Tudocelular

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM

Atendimento OnLine
Enviar...