Microsoft indica que atualização do Windows 10 será em setembro

A Microsoft divulgou na semana passada a primeira prévia do que será a versão 1903 do Windows 10, a atualização de recursos prevista para ser lançada na primavera do hemisfério norte. Mas, antes dela, a atualização conhecida como 1809 deve acontecer em setembro. Caso isso realmente aconteça, será a primeira vez desde o final de 2015 que a data real de entrega coincide com a etiqueta numérica.

Em 25 de julho, a Microsoft bifurcou a prévia do Windows 10 em 1809 para que os desenvolvedores continuem entregando betas para essa compilação e comecem a trabalhar na próxima linha do 1903.

Quando isso acontece, a Microsoft fornece a compilação ainda mais futura, neste caso, 1903, para os participantes do Windows Insider que anteriormente trabalharam no Skip Ahead. À medida que a atualização do recurso atual se aproxima do lançamento, a Microsoft alterna os usuários do Skip Ahead para a atualização a seguir, para que os engenheiros possam começar a coletar feedback sobre essa versão, mesmo que continuem a polir o conjunto a ser lançado em breve.

Em 2017, quando o Windows 10 1709 (também conhecido como “Fall Creators Update”) estava prestes a ser concluído, a Microsoft bifurcou o código de visualização e distribuiu uma versão diferente para Skip Aheaders.

A expectativa é de que o Windows 10 1809 seja lançado no dia 10 de setembro, 47 dias depois do dia 25 de julho (dia da última atualização). Uma segunda estimativa foi gerada adicionando 61 dias – média dos dois acionadores anteriores ao Skip Ahed – resultando em um lançamento dia 24 de setembro.

Os últimos três upgrades foram lançados em segundas ou terças-feiras (11 de abril de 2017; 17 de outubro de 2017; e 30 de abril de 2018), então 10 ou 11 de setembro seriam as datas de lançamento mais prováveis.

Embora a Microsoft nunca tenha se vinculado expressamente sobre os meses de lançamento ser março e setembro – em um documento de suporte, ele dá margem de manobra afirmando que atualizações de recursos serão lançadas “duas vezes por ano, por volta de março e setembro”.

A emissão de atualizações de recursos durante os meses indicados seria um sinal de que a Microsoft conseguiu lidar melhor com o ritmo acelerado de desenvolvimento que, às vezes, mostrou dificuldades com a execução. Seria também um passo em direção a um cronograma mais previsível.

Fonte: IDG

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM

Atendimento OnLine
Enviar...