Meltdown e Spectre: hackers já aproveitam vulnerabilidades para injetar malwares em PCs

As vulnerabilidades Meltdown e Spectre, as quais foram repercutidas neste início de ano, por afetar todos os processadores de PCs produzidos nos últimos anos, começaram a ser exploradas por hackers.

Cerca de 130 malwares já foram descobertos por pesquisadores de segurança digital. Essas ameaças se aproveitariam das duas falhas para invadir os computadores e roubar dados confidenciais dos usuários.

Descobertas no meio do ano passado e mantidas em segredo, até que as fabricantes pudessem liberar updates com correções para elas, as vulnerabilidades produzem efeitos em chips Intel, ARM e AMD utilizados em PCs, servidores e smartphones, além de outros dispositivos IoT.

Profissionais da empresa independente de teste de antivírus AV-TEST chegaram a identificar ao menos 139 amostras das ameaças que exploram Meltdown e Spectre.

É válido ressaltar que os computadores ainda não estão totalmente seguros das falhas. As grandes companhias, por exemplo, necessitariam de mais tempo para outras atualizações. Isso ocorre devido às grandes infraestruturas de informática empregadas nessas organizações, um fator que não acontece em usuários comuns, por exemplo.

Por outro lado, alguns patches com a correção têm apresentado outros bugs. É o que aconteceu em máquinas equipadas com processadores AMD e Windows 10, cuja atualização fez com que elas tivessem problemas de boot.

Fonte: Adrenaline

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM