GPUOpen – a revolução dos drivers de vídeo para Linux
No final do ano passado, a AMD anunciou o GPUOpen; um conjunto de ferramentas de código aberto para ajudar no desenvolvimento de drivers open source que dará condições para os desenvolvedores explorarem todo o potencial dos hardwares da empresa. O GPUOpen é uma resposta open source ao projeto privado da NVdia, o GameWorks. Contudo, atitudes como a da AMD, causa uma revolução na maneira de pensar e criar drivers de vídeo para Linux.

Anunciado em 15 de dezembro de 2015 e liberado em 26 de janeiro de 2016, o GPUOpen vem para dá subsídios para os programadores atingirem o máximo de potencial nos chips de processamento gráfico da empresa. Assim, a AMD promete um suporte mais amplo a distribuições Linux, com uma maior integração em sistemas GNU/Linux.
 
A proposta do GPUOpen é ser multiplataforma, permitindo o desenvolvimento de software tanto para Linux (usando OpenGL e Vulkan) como para Windows (DirectX); e facilitar a portabilidade de consoles como o Xbox One ou PlayStation4.
 
O projeto divide-se em duas grandes categorias:
 
– Games e CGI – gráficos e criação de conteúdo para jogos.
– Profissionais de computação – para os desenvolvedores que trabalham com computação de alto desempenho usando supercomputadores, clusters, etc …
 
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Com essa iniciativa da AMD, espera-se que, além de posicionar a empresa em patamares mais altos, também acelere o desenvolvimento de drivers livres para gráficos no Linux.

Fonte: Linux Descomplicado 


Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...