Google trabalha em novo codec VP10 para deixar vídeos 4K mais leves
Ontem, o YouTube revelou que irá inaugurar o seu serviço de assinaturas ainda este ano para trazer uma opção mais premium para os usuários. Atualmente, a rede conta com mais de 1 bilhão de usuários, onde muitos acessam o site de vídeos para conferir novas músicas ou acompanhar as suas canções favoritas.

Uma prova disso é que 45 dos 50 vídeos mais vistos do YouTube de todos os tempos são vídeos musicais – sendo o lugar onde os adolescentes obtêm a maioria de suas músicas. Não apenas isso, mas o serviço de streaming da Google ultrapassa o Spotify, sendo este o maior no segmento musical, atualmente.
 
Agora, a empresa informa que está se preparando para dar mais um passo em diferenciar o YouTube dos demais serviços. A empresa já vem há algum tempo oferecendo a possibilidade de streaming de vídeos na resolução Ultra HD, mais conhecida como 4K. O problema de ter uma resolução tão alta é que é necessário também ter uma banda larga veloz, algo em torno de 25 Mbps para lidar com um tráfego tão intenso. Google sabe que a realidade ainda está abaixo disso em muitos países, por isso prepara o lançamento de um novo codec para o serviço.
 
Atualmente, a empresa usa o codec VP9 que exige metade da largura de banda necessária pelo formato de vídeo H.264 – bem popular na internet. Agora, a companhia vem testando o novo VP10 que tem como missão reduzir a banda de consumo pela metade, mais uma vez. Assim, a novidade será 75% mais leve do que é oferecido pelos serviços rivais do YouTube.
 
Reduzir o consumo de banda não é o único trunfo deste novo codec. Ele também permite melhorar a qualidade da imagem, entregar um maior contraste, maior equilíbrio entre luz e sombra, além de reduzir o ruído de imagens escuras. Começou a ficar animado pela novidade? Agora vem a notícia ruim: o mercado ainda continua fiel ao H.264 e tende a migrar para o H.265, o que irá dificultar a adoção pela mídia deste novo codec.
 
Google vai ter que enfrentar uma guerra para mostrar ao mundo que o seu codec é a escolha certa. O H.265, também conhecido comercialmente como HEVC, ainda estão em fase de adoção na era 4K. No entanto, ele tem a desvantagem de ser proprietário, enquanto a solução da Google é de código aberto e livre para qualquer um usar. Assim, a gigante das buscas espera que a adoção seja maior já a partir de 2016.
 
Vamos torcer para que o VP10 realmente vença, já que a velocidade média de internet no Brasil está muito abaixo da mínima necessária para rodar vídeos com qualidade Ultra HD.

Fonte: Tudocelular 


Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...