A Google estaria trabalhando em um par de óculos de realidade aumentada com Android e que seriam lançados no fim desde ano, de acordo com o jornal The New York Times, que citou funcionários da empresa que não quiseram se identificar. Os óculos funcionariam como um head up display que analisa e exibe informações para o usuário, e custaria entre 250 e 600 dólares.

O acessório terá uma câmera de baixa resolução integrada que irá exibir o que o usuário enxerga e sobrepor informações sobre amigos e pontos de interesse próximos – parecido com o visual do visor do Exterminador do Futuro -, contudo eles não seriam desenvolvidos para utilização constante, mas sim em casos de necessidade, como um celular, por exemplo. A companhia aparentemente também não pensa em produzir um modelo corporativo, já que esse produto seria mais um experimento.
O produto rodaria Android e também teria conexão 3G ou 4G, juntamente com outros recursos, incluindo GPS e sensor de movimento. Informações do site 9 To 5 Google indicam também que haveria alguns botões na armação do dispositivo, porém esses detalhes podem ter sido confundidos com a própria estrutura dos óculos, tornando o produto similar a modelos de óculos com MP3 player integrado.
Ao que parece, haverá um único display nos óculos, que não será transparente e o sistema de navegação parece interessante: você poderá rolar páginas e selecionar itens através de menus apenas fazendo movimentos com a cabeça, apesar disso parecer muito estranho àqueles que observam o usuário, principalmente em locais públicos. 
Outras fontes apontam que a tecnologia nos óculos poderia combinar o Google Latitude para compartilhar a localização, o Goggles para buscar imagens e identificar o que o usuário está observando, enquanto que o Maps ficaria encarregado de mostrar o que há por perto. Diferentemente dos smartphones, os resultados dessas pesquisas seriam sobrepostas no feed de vídeo em tempo real transmitido pela câmera, no entanto ainda não ficou claro se os óculos seriam um gadget independente ou se dependeriam de um smartphone para utilizar a conexão de dados, tornando desnecessário um plano de dados separado para o acessório. 
Dependendo do design dos óculos do Google, eles podem significar um desenvolvimento interessante, todavia ainda restam algumas questões importantes  como a duração da bateria, a necessidade de um plano de dados separado ou se as pessoas ficarão ridículas demais balançando a cabeça pelas ruas enquanto navegam por menus. 
Fonte: PC World/EUA

Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...