Firefox 69 deve ser lançado com Flash Player desativado por padrão

Enquanto parece estar sozinha na luta por uma internet menos dependente do Chromium, a Mozilla prepara para 2019 sua despedida do suporte ao Flash. Tudo indica que a partir da versão 69 do navegador ele não virá mais ativado, exigindo que o usuário passe por etapas adicionais para tê-lo funcionando.

Prevista para ser disponibilizada em 3 de setembro desse ano, os reflexos dessa decisão já deverão ser vistos nas chamadas versões nightly, que são extremamente instáveis e voltadas para os mais curiosos e desenvolvedores.

A própria Adobe já anunciou o fim do suporte ao plugin para 2020. A medida da Mozilla visa já se adaptar a isso, uma vez que a partir do próximo ano não haverão mais atualizações de segurança para o produto.

A verdade é o que o Flash se tornou desnecessário e até perigoso para os dias de hoje. Recorrentemente vulnerabilidades envolvendo ele podem acabar comprometendo usuários e mesmo empresas. Desde a popularização do HTML5 a internet conseguiu se sofisticar sem a dependência do produto da Adobe.

É interessante lembrar que vários navegadores já solicitam ao usuário que concorde antes da ativação de um elemento Flash. O próprio Firefox faz isso desde a versão 47.

Vale lembrar, a Mozilla está implementando no seu produto uma solução para o usuário lidar mais facilmente no mar de guias que deixa abertas em segundo plano.

Fonte: Tudocelular


Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...