Conteúdo 3D pode ser prejudicial à visão de crianças, segundo agência de saúde da França
A Anses (Agência de Saúde e Segurança para Comida, Ambiente e Ocupação – sigla em francês) realizou um estudo a fim de averiguar o impacto do conteúdo 3D em olhos ainda em desenvolvimento e o resultado não foi muito favorável. A agência francesa agora recomenda que crianças até 6 anos não devem ser expostas a esse tipo de imagem.

“Em crianças, e particularmente naquelas antes dos 6 anos de idade, os efeitos na saúde desse conflito de convergência de acomodação podem ser muito mais severos, dado o desenvolvimento ativo do sistema visual nesse período.”

O conflito mencionado pela declaração da Anses acima é o processo que acontece quando o olho humano assimila imagens projetadas em 3D. De acordo com a pesquisa conduzida pela agência, quando vemos um filme em três dimensões, os olhos enxergam imagens em dois lugares diferentes e o cérebro as traduz em uma só imagem, o que dá o efeito de profundidade. A Anses recomenda ainda que seja evitado o conteúdo também em pré-adolescentes até os 13 anos de idade.

Não são comuns os estudos do impacto do uso de conteúdo 3D na saúde das pessoas, mas a própria Nintendo, por exemplo, no lançamento do seu 3DS, chegou a alertar que a visualização da tecnologia poderia ser danosa à visão de crianças menores de 6 anos.

Fonte: Adrenaline


Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...