Comissões questionam Google, Microsoft e outras sobre demora nas atualizações de dispositivos
Com o objetivo de obter uma melhor compreensão a respeito da segurança no ecossistema de telefonia móvel, a Federal Trade Commission (FTC) e a Federal Communications Commision (FCC) emitiram ordens para oito fabricantes de dispositivos móveis, incluindo a Microsoft e Google, para que elas forneçam informações sobre como enviam atualizações de segurança para resolver vulnerabilidades em smartphones, tablets e outros móveis aparelhos.

O sistema da Google é provavelmente o que será observado mais atentamente, devido a grande quantidade de fabricantes que o utilizam e a demora para as atualizações chegarem. Os usuários sabem muito bem que leva um certo tempo para a grande maioria dos aparelhos Android receberem qualquer tipo de atualizações de software. Uma vez que a Google lança um novo patch, ele está pronto para envio aos dispositivos Nexus e é enviado em alguns dias; no entanto, quaisquer outros fabricantes primeiro realizam uma avaliação e testes em seus próprios modelos. Em seguida, as atualizações precisam ser avaliadas pelos provedores de rede, e só então podem ser liberadas para os usuários finais.
 
Naturalmente, este método causa enormes atrasos nas atualização, e muitos usuários precisam lidar com as vulnerabilidades que já poderiam ter sido corrigidas e recebem atualizações que já estão obsoletas.
 
A FTC e a FCC pediram uma visão sobre quais os processos que as fabricantes usam para analisar e liberar os patches de segurança para smartphones, tablets e outros dispositivos móveis. Não está claro como as comissões estão planejando prosseguir seus esforços depois que eles receberem as respostas de cada fabricante, mas, ao menos por agora, os usuários que se sentem lesados com esses problemas ganharam o apoio de duas comissões que querem saber porque ocorre tanta demora.
 
A principal motivação por trás dessa intervenção da FTC e FCC é uma preocupação crescente com a segurança do usuário. Como as pessoas usam a Internet móvel para cada vez mais e mais tarefas, pagamentos e dados pessoais, as ameaças de malware e outras vulnerabilidades se tornam cada vez mais preocupantes.
 
Entre os questionamentos das comissões, estão:
 
* Os fatores que as empresas consideram na decisão de corrigir uma vulnerabilidade em um dispositivo móvel específico;
* Dados detalhados sobre os dispositivos móveis específicos oferecidos pelas fabricantes para venda ao consumidor desde agosto de 2013;
* As vulnerabilidades que afetaram esses dispositivos; e
* Se e quando a empresa consertará tais vulnerabilidades.
 
A FTC também está realizando um inquérito separado, paralelamente, quanto às políticas das operadoras a respeito de atualizações de segurança de dispositivos móveis.

Fonte: Tudocelular 


Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...