CES 2015: Razer anuncia console Android focado no streaming local

Todos os anos a Razer costuma levar pelo menos um produto interessante para a CES e desta vez, o alvo parece ser aqueles consumidores que planejam investir na aquisição de um microconsole movido a Android. Senhoras e senhores, conheçam o Forge TV.

Equipado com um Snapdragon 805 quad-core com 2,5 GHz por núcleo, 2 GB de RAM, uma GPU Adreno 420 e 16 GB de capacidade de armazenamento, o aparelho previsto para ser lançado já neste trimestre deverá colocar a fabricante num competitivo mercado que já conta com gigantes como a Amazon, nVidia e Valve.
 
Além de ser compatível com uma enorme quantidade de aplicativos, o grande destaque do Forge TV será o Razer Cortex: Stream, um programa que ao se conectar com o Razer Cortex nos permitirá fazer o streaming daquilo que estivermos jogando no PC. Um detalhe interessante é que este aplicativo funcionará com qualquer console Android e embora ele esteja disponível gratuitamente no aparelho da Razer, quem quiser adquiri-lo separadamente poderá fazer isso pagando US$ 39.
 
A empresa também aproveitou a ocasião para revelar o Serval, um joystick muito parecido com o do Xbox One e que foi desenvolvido especialmente para dispositivos Android, trazendo inclusive os botões back e home. Podendo funcionar tanto com fio quanto sem, o acessório trará ainda uma presilha que permitirá que seja utilizado com smartphones e nos custará US$ 79,99; valor que considero um pouco salgado.
 
Além disso, foi apresentado também o Turret Lapboard, um conjunto de teclado e mouse sem fios que tem como principal vantagem poderem ser utilizados sobre o colo, sendo uma ótima solução para quem pretende jogar na sala, mas não possui uma mesa para apoiar tais objetos. Segundo a Razer, este sairá por US$ 129,99.
 
Quanto ao preço pedido pelo Forge TV, serão duas opções: a primeira será comprarmos apenas o console, o que nos custará US$ 99 e caso queira levar também o novo controle anunciado por eles, então o valor será de US$ 149. Infelizmente nada foi dito sobre um pacote trazendo o videogame e o Turret.
 

Como foi feita a promessa de que o novo microconsole será capaz de receber todos os jogos da nossa biblioteca e de exibir as imagens em Full HD e a 60 frames por segundo (desde que nosso PC dê conta do recado, é claro), esta parece ser mais uma alternativa boa e barata para quem planeja transformar seu computador em uma espécie de console. Só é uma pena que os produtos da Razer costumem chegar valendo pequenas fortunas aqui no Brasil e um dos seus pontos positivos nos Estados Unidos, o preço, infelizmente não deverá existir por aqui. 

Fonte: MeioBit


Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...