Brasil pensa em processar WhatsApp por compartilhar dados com o Facebook
Demorou, mas as autoridades brasileiras – finalmente – começaram a cogitar a hipótese de se manifestarem contra o compartilhamento de dados do WhatsApp com o Facebook. O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) pediu à Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça que abra processo em oposição ao mensageiro para “garantir o direito à proteção de dados pessoais dos quase 100 milhões de usuários” aqui no país.

“Ao contrário do que prevê a lei, o WhatsApp falhou em garantir o consentimento livre para coletar e processar um novo conjunto de dados pessoais, desrespeitando o Marco Civil da Internet e o Código de Defesa do Consumidor”, revela Rafael Zanatta, pesquisador em telecomunicações do Idec. 
Nesta semana, lá na Alemanha o WhatsApp foi proibido de dividir quaisquer informações de seus clientes, não importa se os mesmos aceitaram ou não o termo expirado no último domingo (25), com a rede social de Mark Zuckerberg.
 
“O Brasil é um dos maiores afetados por tais mudanças. Temos quase o triplo de usuários a mais que a Alemanha, onde houve determinação de bloqueio do compartilhamento de dados do WhatsApp com as empresas do grupo econômico Facebook, que inclui empresas de análise de dados e publicidade comportamental”, complementou Zanatta. 
Resta saber se diferente do caso em que não acatou a decisão da justiça de liberar as informações solicitadas, caso o tribunal decida pela proibição do compartilhamento de informações, o WhatsApp vai respeitar a sentença. Lembrando que em uma enquete recente feita pelo Idec, cerca de 63,5% dos usuários consideram os termos de uso do aplicativo injustos, enquanto 25,7% acharam os termos confusos.

Fonte: Tudocelular

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM