Blackberry quer acelerar a própria venda

A Blackberry já havia contratado o banco de investimentos JP Morgan para cuidar da venda da companhia. Agora, os executivos que lideram a empresa querem apressar o processo, e esperam concluir a venda dos ativos até novembro desse ano, segundo o Wall Street Journal. O fator que teria gerado essa pressa maior na Blackberry teria sido a venda da Nokia para a Microsoft. O raciocínio é simples: depois dessa transação, o mercado de smartphones deve ganhar contornos mais nítidos, em torno das 3 principais plataformas: Android na liderança, iOS em segundo lugar e, agora, Windows Phone com a terceira posição. Na avaliação dos executivos, essa nova configuração do mercado coloca ainda mais pressão sobre o negócio da Blackberry que – aliás – já vem mais que pressionado há tempos, em função da queda de participação de mercado. A empres que já controlou praticamente metade do mercado de smartphones norte-americano, hoje tem apenas uma pequena fatia, na casa dos 3%.

Para complicar ainda mais as coisas, os mais recentes movimentos da Blackberry, como o lançamento do smartphone Z10, literalmente fizeram água, dificultando ainda mais a vida da empresa. Havia alguma expectativa no mercado de que a Microsoft poderia comprar a Blackberry, antes do anúncio do negócio com a Nokia. Agora, que os dólares de Bill Gates foram parar na Finlândia, os canadenses da Blackberry se apressam em busca de outra fonte, para tentar salvar o que resta da corporação.

Fonte: Olhar Digital


Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...