Associação de desenvolvedoras de jogos publica carta aberta contra presidente da Anatel
A postura da Anatel em relação ao plano de impor limites na banda larga fixa causou a revolta de usuários no país, e até mesmo uma petição pelo impeachment do presidente da agência começou a circular pela web. Isso porque ele afirma que, a grosso modo, os usuários jogos online são os responsáveis pelo prejuízo das operadoras, o que resultou na necessidade de limitar os dados da internet.

A repercussão foi grande, e gerou desde memes a ataques DDoS no site da Anatel. Mas usuários não são os únicos incomodados com as declarações do presidente da Anatel, João Rezende. A Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos (Abragames) também se posicionou contra as afirmações que culpou os jogos online pelo fim da internet ilimitada.
 
Em carta aberta postada no Facebook, a entidade condenou veementemente a medida e fez uma rápida análise de impactos que isso poderá causar, como por exemplo, prejudicar diretamente os pequenos estúdios de desenvolvimento de jogos. A carta também alerta que não é papel da Anatel julgar sobre o que cada usuário faz com sua internet.
 
De modo curto e grosso, a Abragames também acusa o conteúdo da fala do presidente da Anatel de ser carregada de preconceito, segregação e desinformação.
 
Após, a carta avisa que a limitação da internet “dificulta o acesso livre à internet, suas informações e todos os seus benefícios” e alerta que a Anatel não está cumprindo seu papel de defender os cidadãos e os interesses do país, “contrariando sua própria missão ao permitir uma prestação de serviço inadequada às necessidades da população”.
 
“Concluímos reforçando que as palavras proferidas no sentido de isolar os jogos das demais formas de consumo de banda na internet e colocá-los como culpados pela medida de limitar a banda são lamentáveis e equivocadas. Discordamos e defenderemos com firmeza o direito de uso da internet no Brasil para jogar e desenvolver jogos – bem como para todos os outros fins para os quais a internet pode se destinar.”
 
O governo já se posicionou a favor da existência de planos de internet ilimitada, mesmo que para isso passe por cima da Anatel. A Agência, por sua vez, afirma que proibir a limitação provocará aumento ainda maior do preço.
 
A carta da Abragames pode ser lida na íntegra aqui.

Fonte: Tudocelular 


Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...