Apple está com o seu menor valor de mercado desde 2014
O gráfico das ações da Apple trazem um comportamento típico: sobe agressivamente quando um novo iPhone é lançado e vai descendo progressivamente, algo que tem acontecido há anos. Não é algo estranho, já que o iPhone é o produto individual de maior sucesso da empresa. Do começo de 2014 até o meio do ano de 2015, a Apple viu suas ações chegarem em um patamar confortável de mais de US$ 130 por ação (R$ 457 em uma conversão direta na cotação de hoje), mas, desde então, foi descendo até chegar ao patamar de 2014, com as ações valendo US$ 92,72 na sexta-feira (R$ 326).

Ainda que isso seja negativo para a Apple, que perdeu 11% de seu valor de mercado nos relatórios de ganhos em 26 de Abril, ela ainda mantém a posição de empresa mais valiosa do mundo.

 

 
Tim Cook, CEO da empresa, acredita que a Apple está sub valorizada, conforme a entrevista que deu à CNBC, ainda que ele tenha afirmado não estar preocupado com isso, e parece que essa queda de valor não mudará nos próximos meses. O primeiro motivo para isso é a queda na taxa de upgrades para novos aparelhos, em especial em países em desenvolvimento (caso do Brasil). O segundo, esse altamente problemático para empresa, é a hostilidade das regulamentações da China, o que pode dificultar a chegada de novos aparelhos por lá.
 
Vale lembrar que a Apple teve um crescimento nas vendas dos iPhone 6S e 6S Plus justamente pelo mercado chinês, já que vendeu menos do que esperado em países como os Estados Unidos, seu principal ambiente de negócios, e em diversos países na Europa. Em relação à saturação do mercado, a Apple não é a única a sofrer, com a HTC sofrendo uma queda de 64% de sua receita no começo de 2016.

Fonte: Tecmundo 


Serviços
Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM


Serviços

Atendimento OnLine
Enviar...