Apple declara que as falhas Meltdown e Spectre também atingem smartphones

O grande assunto neste início de ano foi a revelação de duas graves falhas de segurança em equipamentos com chip Intel, AMD e ARM. E esta última é a arquitetura de base para processadores de dispositivos móveis, como os da Qualcomm e da Apple, o que faz todos os atuais smartphones do mercado serem vulneráveis aos bugs.

Em um documento de suporte, a Apple confirmou que a falha atinge também dispositivos móveis e esclareceu alguns pontos.

Chamados de Meltdown e Spectre, os dois bugs atingem computadores fabricados nas últimas duas décadas e deixam expostos tudo o que se é digitado no sistema, inclusive senhas e dados sensíveis.

No documento, a Apple explica que tanto o Meltdown quanto o Spectre exploram brechas que permitem o acesso privilegiado da memória, o que possibilita que aplicativos maliciosos obtenham informações sensíveis do aparelho.

Isto significa que, apesar de bem grave, a falha só pode ser explorada caso o usuário instale um aplicativo que tenha a intenção de roubar dados ou rode no Safari um script malicioso. A empresa reforça para todos apenas usarem a App Store para instalar aplicativos em seus iPhones, iPads e Macs, até que a falha seja corrigida.

Usuários que tenham aplicado o jailbreak em seus dispositivos devem ter a atenção triplicada, pois estão mais vulneráveis justamente por conseguirem instalar apps de outros lugares não oficiais.

Todas as empresas de tecnologia estão correndo para atualizarem seus sistemas afim de corrigirem a falha, mas uma das questões polêmicas é que, para corrigir, é preciso reduzir a performance da máquina em taxas que podem chegar a 30%.

Nessas últimas semanas, este assunto de reduzir performance se tornou bastante delicado para a Apple e foi por isso que ela se apressou em publicar este documento explicativo. Nele, ela afirma que o iOS 11.2 (liberado em dezembro) já apresenta algumas pequenas correções que diminuem os efeitos do Meltdown, e segundo seus testes isso não reduziu significantemente a performance do aparelho.

Já o Spectre ela diz que é uma falha bastante difícil de ser explorada, mas em breve ela lançará uma atualização do Safari (tanto no iOS quanto no macOS) para consertar a brecha.

Resumindo, é uma falha grave de segurança que atinge todos os computadores do mundo, mas não há motivos para entrar em pânico. O importante é se informar e ficar bastante atento às correções e evoluções do problema.

E principalmente, evitar de instalar aplicativos de fontes duvidosas ou sites obscuros.

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by SuaInternet.COM

Atendimento OnLine
Enviar...